NSDV11

 

Nu Ibov Smart Dividendos

NSDV11

 

Nu Ibov Smart Dividendos

-

Ticker

-

taxa de adm a.a.

-

patrimônio líquido (BRL)

-

Último dividendo

Data de referência:

O ETF NSDV11 tem como objetivo replicar a performance, antes de taxas e despesas, do  índice Ibov Smart Dividendos, que busca selecionar as principais empresas com métricas recorrentes e estáveis de pagamento de dividendos nos últimos 6 anos e que fazem parte do índice Ibovespa.

Vantagens do NSDV11

Acumulação de Patrimônio

Ao concentrar seus investimentos nas principais empresas pagadoras de dividendos do Ibovespa, este ETF busca maximizar o potencial de retorno e renda dos investidores, permitindo-lhes participar dos lucros distribuídos por empresas líderes no mercado brasileiro.

Consistência

O ETF busca investir em empresas que possuem histórico de lucratividade e saúde financeira, proporcionando ao investidor a oportunidade de participar dos lucros das principais empresas pagadoras de dividendos do Ibovespa.

Transparência

Ao investir em um ETF que busca ações pagadoras de dividendos, os investidores têm acesso à lista de empresas incluídas no portfólio do fundo, bem como à metodologia utilizada para selecioná-las.

  • Rentabilidade
  • Histórico de cotas

Gráfico de rentabilidade

Fundo Data Cota Dia Mês Ano 12M Acumulado Patrimônio
Baixar
Data Cota patrimonial Patrimônio líquido Índice
Baixar
Data do Anúncio Data do Pagamento Valor do Provento

Composição da carteira

Baixar
Nome Valor Total (R$) Participação (%)
Data Base: 27/02/2024
Cestas
Características do fundo
Objetivo do Fundo

O Fundo é um fundo de investimento em índice de mercado, que busca retornos de investimentos que correspondam de forma geral à performance, antes de taxas e despesas, do Índice.

 

Política de Investimento

O Fundo investirá no mínimo 95% de seu patrimônio em Ativos Alvo, em qualquer limite, de forma a refletir indiretamente a variação e rentabilidade do Índice, observados os limites definidos no presente Regulamento.

O Fundo poderá investir até 5% de seu Patrimônio Líquido, isolada ou cumulativamente, em quaisquer dos Investimentos Permitidos ou em dinheiro, ficando ressalvado que nenhuma taxa de administração, de gestão ou qualquer outra taxa poderá ser paga pelo Fundo sobre o montante de quaisquer investimentos em fundos de investimento administrados pelo Administrador que excedam 5% do Patrimônio Líquido.

 

Público Alvo

O Fundo, observada a legislação e regulamentação aplicáveis, é destinado a pessoas físicas, pessoas jurídicas, fundos de investimento, fundos de pensão e entidades seguradoras, investidores locais ou não-residentes devidamente autorizados a adquirir Cotas do Fundo pela respectiva legislação aplicável de sua jurisdição, incluindo, sem limitação, Coligadas do Administrador e da Gestora, que (a) aceitem todos os riscos inerentes ao investimento no Fundo e (b) busquem retorno de rentabilidade condizente com o objetivo do Fundo.


Características
Código de Negociação NSDV11 Índice de Referência Ibov Smart Dividendos
Gestor Nu Asset Management LTDA Código ISIN BRNSDVCTF003
Administrador e Custodiante Banco BNP Paribas Brasil S.A. Público Alvo Investidores em geral
Provedor do Índice B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão Data de Ínicio 29/09/2023
Formador de Mercado Credit Suisse (Brasil) S/A CTVM Liquidação D+2 du
Taxa de Administração 0,50% ao ano Rebalanceamento Quadrimestral
Taxa de Performance Não possui CNPJ 52.116.361/0001-00
Fundos de Índice
O que é ETF?

ETF é a sigla em inglês para Exchange Traded Fund, que pode ser traduzido livremente para fundo negociado em bolsa. Basicamente, é um fundo de investimento que tem como referência algum índice da bolsa de valores – como o Ibovespa, por exemplo.

Portanto, os ETFs nada mais são que cestas cheias de ações, mas estas cestas copiam o desempenho de um índice – como o Ibovespa, que reúne os papéis mais negociados da B3. Existem tanto ETFs que seguem índices de ações bem como ETFs de Renda Fixa.

Atualmente, existem ETFs que replicam índices como o Índice de Governança Corporativa (IGC), Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), Ibovespa (IBOV),  e o S&P 500, um dos principais índices do mercado americano de ações.

Por estar atrelado a algum índice de referência, o ETF é composto de uma forma que consiga “imitar” o indicador. Um fundo referenciado no Ibovespa, por exemplo, deve ser composto pelas mesmas ações do índice e nas mesmas proporções.

Resumindo: ETF é como uma cesta de ativos financeiros – que podem ser de renda variável ou fixa –, gerido por uma gestora, que tem como referência algum índice.




Quais as semelhanças e diferenças entre o NDIV11 e outros fundos de ações?

A principal diferença entre ETF e fundo de ações está na gestão e escolha de ativos.

Enquanto a gestão do ETF é passiva – ou seja, sua composição reflete algum índice já existente, replicando os ativos e suas proporções –, a gestão do fundo de ações é ativa – neste caso, a gestora escolhe os papéis que compõem sua carteira com base em análises próprias e outros fatores.

Apesar disso, tanto ETF quanto o fundo de ações são, como os próprios nomes dizem, fundos. Em vez de comprar os ativos diretamente, portanto, o investidor compra cotas do fundo – este, sim, responsável por investir nos produtos.




Como acompanhar a evolução do preço do NDIV11?

A evolução do preço do NDIV11 pode ser acompanhada através do Home Broker do banco ou corretora que mantenha a sua custódia, ou então, do site do ETF.




Quais são as regulações aplicáveis aos ETFs?

Instrução CVM 359: Dispõe sobre a constituição, a administração e o funcionamento dos Fundos de Índice, com cotas negociáveis em bolsa de valores ou mercado de balcão organizado

Instrução CVM 441: Dispõe sobre empréstimo de valores mobiliários por entidades de compensação e liquidação de operações com valores mobiliários
Taxas
Taxa de Administração: 0,50% ao ano

Além da taxa de administração paga pelo Fundo ao administrador, existem outras taxas e despesas assumidas pelo Fundo, tais como taxas, impostos ou contribuições federais, estaduais e/ou municipais, honorários dos auditores independentes, entre outras. Para conhecer a relação completa e encargos prevista, consulte o Regulamento do Fundo.

Despesas do Fundo: 

Ao final do exercício social, o gestor apresentará as despesas de corretagem e emolumentos em base anual, na forma do percentual do valor total debitado ao fundo em relação ao patrimônio líquido médio do fundo no exercício

Outras despesas que incorrem na negociação de um ETF na B3:

Na negociação de cotas de um ETF são cobradas outras taxas além dos encargos assumidos diretamente pelo fundo e da taxa de administração. Ao comprar ou vender as cotas de um ETF, o investidor arca diretamente com os mesmos custos que incidem sobre uma operação de compra e venda de ações, a saber:

 

  • Taxa de corretagem: cobrada pelas corretoras por operação e difere em cada corretora.
  • Taxa de custódia – corretora: cobrada mensalmente e varia de corretora para corretora.
  • Emolumentos: % cobrado pela B3 sobre o volume movimentado no dia. Consulte o valor no site da B3
  • Taxa de custódia – B3: % cobrado sobre o valor em custódia, conforme o valor da carteira.

Esta modalidade de investimento possui outros custos envolvidos, alem das despesas do próprio fundo. Antes de investir, verifique os custos com corretagem, emolumentos e custódia.
Documentos

Relatório mensal

Cadastre seus dados para receber notícias sobre a Nu Asset Management e seus fundos.

Gestor

Nu Asset Management

E-mail: meajuda@nubank.com.br

Telefone: (11) 4020 0185 (capitais e regiões metropolitanas) / 0800 591 2117 (demais localidades)

R. Capote Valente, nº 39 - São Paulo, SP

Administrador

Banco BNP Paribas

E-mail: atendimentoafs@br.bnpparibas.com

Telefone: (11) 3841-3157

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, nº 1909, 9º ao 11º andares - São Paulo, SP

Orgão Regulador

CVM (Comissão de Valores Mobiliários)

Site: https://sistemas.cvm.gov.br/

SAC da CVM: 0800 025 9666

Rua Sete de Setembro, 111 - Rio de Janeiro, RJ